Quinta, 22 de Abril de 2021 22:41
(67) 99607-2306
Região Escravo

'Lista suja' do trabalho escravo tem três empregadores de MS

Em janeiro deste ano, o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul informou ter atuado em operações conjuntas de resgate a 63 trabalhadores que se encontravam em condições análogas às de escravo

06/04/2021 07h08
Por: Redação Fonte: Dourados News
Ministério Público do Trabalho informou em janeiro ter resgatado 63 trabalhadores em Mato Grosso do Sul - Crédito: Divulgação/MPT
Ministério Público do Trabalho informou em janeiro ter resgatado 63 trabalhadores em Mato Grosso do Sul - Crédito: Divulgação/MPT

Mato Grosso do Sul figura com três empregadores no cadastro nacional conhecido como lista suja do trabalho escravo, punidos por submeterem trabalhadores a condições análogas às da escravidão. Ele é atualizado a cada seis meses pelo Ministério da Economia e teve a mais recente edição divulgada na segunda-feira (5), conforme reportagem da Repórter Brasil. 

O documento obtido pelo Dourados News revela que em território estadual a inclusão mais recente data de ontem, referente ao proprietário de uma fazenda em Caracol, onde seis trabalhadores foram resgatados. Nesse caso, a decisão administrativa de procedência (irrecorribilidade) da autuação ocorreu em 28 de janeiro.

Desde 3 de abril de 2020, já figurava no cadastro o dono de outra propriedade rural, localizada em Aquidauana. Essa ocorrência envolveu nove trabalhadores e a procedência data de 29 de outubro de 2019. 

Também no dia 3 de abril de 2020 havia sido incluído na lista suja do trabalho escravo outro empregador sul-mato-grossense, cuja fazenda em Rochedo teve seis trabalhadores resgatados e a decisão administrativa de irrecorribilidade ocorreu em 14 de junho de 2019. 

Resgates 

Em janeiro deste ano, o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul informou ter atuado em operações conjuntas de resgate a 63 trabalhadores que se encontravam em condições análogas às de escravo em quatro diferentes estabelecimentos, todos eles localizados na área rural do estado. 

“O número de resgates é 46% superior ao de 2019, quando 43 trabalhadores foram flagrados nestas condições, em seis propriedades rurais”, detalhou o órgão, acrescentando que “entre as atividades econômicas com maior número de trabalhadores nessas condições estão a pecuária e o cultivo de café”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Dourados - MS
Atualizado às 23h40 - Fonte: Climatempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 29°

21° Sensação
17.8 km/h Vento
40.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Sábado (24/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva
Anúncio
Anúncio