Quarta, 24 de Julho de 2024
15°C 30°C
Deodápolis, MS
Publicidade

Proibição de presos de alta periculosidade na Papuda será discutida em audiência

A Comissão de Segurança Pública (CSP) adiou nesta terça-feira (9) a votação do PL 382/2023 , do senador Izalci Lucas (PL-DF). O projeto proíbe a t...

09/07/2024 às 15h26
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Izalci argumenta que o recolhimento de presos de alta periculosidade no DF causa instabilidade na capital federal - Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Izalci argumenta que o recolhimento de presos de alta periculosidade no DF causa instabilidade na capital federal - Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Segurança Pública (CSP) adiou nesta terça-feira (9) a votação do PL 382/2023 , do senador Izalci Lucas (PL-DF). O projeto proíbe a transferência de preso de alta periculosidade para a Papuda, complexo penitenciário federal localizado no Distrito Federal. Agora, o texto será discutido em audiência pública.

O requerimento para a audiência ( REQ 38/2024 – CSP ) é do senador Jorge Kajuru (PSB-GO). A sugestão é de que sejam ouvidos representantes da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, e da Secretaria Nacional de Políticas Penais.

O autor do projeto argumenta que Brasília, além de ser sede do governo federal, abriga as embaixadas dos países com os quais o Brasil mantém relações diplomáticas. Para ele, a presença de presos de alta periculosidade, ligados a organizações criminosas, causa instabilidade na capital federal, provocando insegurança e perturbando os trabalhos administrativos próprios do governo federal e das missões diplomáticas.

O relator, senador Flávio Bolsonaro, é favorável à aprovação, mas senadores de outros estados, como Sergio Moro (União-PR), Esperidião Amin (PP-SC) Jorge Kajuru (PSB-GO) e Margareth Buzetti (PSD-MT) argumentam que nenhuma unidade da federação quer receber presos de alta periculosidade.

Ministério da Justiça

Na mesma reunião, foi aprovado requerimento para audiência pública com o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski. O pedido para a audiência ( REQ 36/2024 - CSP ) foi apresentado pelo presidente da comissão, senador Sérgio Petecão (PSD-AC). Na justificativa, ele argumenta que o ministro tomou posse neste ano em sucessão a Flávio Dino, que foi para o Supremo Tribunal Federal, e que por isso seria importante o convite para vir ao Senado expor os planos, objetivos e metas de sua gestão à frente da pasta.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Deodápolis, MS
16°
Parcialmente nublado

Mín. 15° Máx. 30°

15° Sensação
3.21km/h Vento
43% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h13 Nascer do sol
06h15 Pôr do sol
Qui 32° 15°
Sex 33° 16°
Sáb 35° 19°
Dom 36° 20°
Seg 38° 20°
Atualizado às 01h02
Economia
Dólar
R$ 5,59 -0,03%
Euro
R$ 6,06 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,56%
Bitcoin
R$ 390,588,48 -0,10%
Ibovespa
126,589,84 pts -0.99%
Lenium - Criar site de notícias