Quarta, 27 de Janeiro de 2021 14:41
(67) 99607-2306
Deodápolis Deodápolis

Rede de Atendimento à mulher destacou em evento ações realizadas em Deodápolis

O projeto foi realizado pelo Conselho Comunitário de Segurança em parceria com o CREAS, Secretarias de Assistência Social e Saúde e o Poder Judiciário

24/11/2020 06h14 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Redação
Rede de Atendimento à mulher destacou em evento ações realizadas em Deodápolis

Nesta segunda (23) foi realizado no CCI uma reunião entre o Poder Publico Municipal, Poder Judiciário e o Conselho Comunitário de Segurança Pública do município de Deodápolis com o objetivo de apresentar os dados resultantes das ações do projeto da Rede de Atendimento a mulheres vitimas da violência doméstica e familiar.

Segundo dados do CCS, o projeto foi idealizado em janeiro deste ano. Uma reunião com o Poder Judiciário e com o CREAS deu forma as ações que visam dar apoio as mulheres vitimas de violência. Por conta do período de pandemia o projeto somente se iniciou em agosto. Até então, das 40 vitimas registradas entre janeiro e novembro deste ano, 17 receberam acompanhamento através do projeto. Dois autores também foram atendimentos pelo projeto.

“Esta questão da violência não se limita em apenas dar apoio a vitima e autor, mais em estabelecer políticas e ações públicas na área da educação familiar. Se os filhos acompanham a violência contra a mulher em casa, qual a educação que ele leva para sua vida? Então este é um trabalho social que visa quebrar este ciclo trabalhando a família em um contexto geral e muito mais efetivo!” destacou Everaldo Negrini, Presidente do CCS de Deodápolis.

O Prefeito Valdir Sartor, que participou da reunião ao lado dos Secretários de Assistência Social, Marcia Cristina e Jean Gomes da Saúde, reafirmou o compromisso do município em participar de ações onde a proteção da mulher seja ainda mais evidenciada. Ele parabenizou o projeto e as Psicólogas Jaqueline Cordeiro e Sônia pela participação. 

“As mulheres precisam estar mais inseridas em nossa sociedade em postos de comando e de tomada de decisão. Com isso a certeza é de que teremos uma sociedade mais justa e igualitária. Este ciclo de que a mulher tem que ser submissa tem que ser quebrado!” destacou o chefe do executivo.

Ainda segundo a Rede, o projeto voltará a ser elaborado junto com os Poderes Executivo e Judiciário com o objetivo de dar sequência as ações de proteção a mulher. 

“Eu quero aqui destacar a atuação da Jaqueline e da equipe do CREAS que deram todo o suporte para os resultados positivos deste projeto. Elas idealizaram este projeto. Será agora proposto aos demais órgãos envolvidos para que este projeto de grande importância tenha continuidade!” finalizou Everaldo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Dourados - MS
Atualizado às 15h40 - Fonte: Climatempo
29°
Pancada de chuva

Mín. 20° Máx. 29°

29° Sensação
22.1 km/h Vento
44.1% Umidade do ar
90% (18mm) Chance de chuva
Amanhã (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva