Eliton - Diego Farma & Farma
Sicredi
Probel
MS

MS tem segunda menor taxa de desocupação do país no trimestre

Quando analisadas as menores taxas de desocupação no país, Santa Catarina tem 5,8%, Mato Grosso do Sul 7,5%, e Mato Grosso 8,0%.

19/11/2019 10h29
Por: Redação
Fonte: Economia
Taxa de desocupação no Estado é de 7,5%, segundo o IBGE - Crédito: Arquivo/Dourados News (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); SAIBA MAIS DOURADOS Comércio de rua e shopping devem abrir mais de 300 vagas temporárias para o final de ano
Taxa de desocupação no Estado é de 7,5%, segundo o IBGE - Crédito: Arquivo/Dourados News (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); SAIBA MAIS DOURADOS Comércio de rua e shopping devem abrir mais de 300 vagas temporárias para o final de ano

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD Contínua divulgada nesta terça-feira (19) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revela que Mato Grosso do Sul teve a segunda menor taxa nacional de desocupação no 3º trimestre de 2019.

De acordo com o levantamento, nesse período o Brasil registrou taxa de desocupação de 11,8%, ante os 12,0% apurados no 2° trimestre de 2019 e 11,9% no 1º. Os piores cenários ocorrem na Bahia (16,8%), no Amapá (16,7%), e em Pernambuco (15,8%).

Quando analisadas as menores taxas de desocupação no país, Santa Catarina tem 5,8%, Mato Grosso do Sul 7,5%, e Mato Grosso 8,0%.

Quanto à taxa composta de subutilização da força de trabalho, que é o percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação a força de trabalho ampliada, o IBGE apurou que o 3º trimestre de 2019 encerou com 24,0%.

Nesse aspecto, Maranhão (41,6%) e Piauí (41,1%) apresentam estimativas acima de 40%, enquanto os estados onde foram observadas as menores taxas foram: Santa Catarina (10,6%), Mato Grosso (14,7%), Rio Grande do Sul (16,3%) e Mato Grosso do Sul (16,3%).

A PNAD Contínua do IBGE também verificou que Mato Grosso do Sul tem 21,2% da população trabalhando por conta própria. O índice nacional é de 26,0% e os maiores percentuais foram registrados no Amapá (36,7%), Pará (35,7%) e Amazonas (33,3%), enquanto os menores foram no Distrito Federal (20,7%), no próprio Mato Grosso do Sul (21,2%), e em Santa Catarina (21,7%).

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Dourados - MS
Atualizado às 03h43
21°
Poucas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 18°
21°

Sensação

12.7 km/h

Vento

72.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Eliton - Construmil
Eliton - Escola Denise
Municípios
Mercearia Juninho
Lanchonete Point
Nicolly Laços
Últimas notícias
Comercial 101
Eliton - Auto Brilho
Mais lidas
Anúncio
Anúncio