Eliton - Diego Farma & Farma
Sicredi
Probel
MS 156

Após rodovia ser liberada prefeito de Itaporã dança com indígenas

Délia não entrou em acordo com os indígenas, alegando que o município não tem condições financeiras e nem obrigação legal de disponibilizar os veículos.

04/10/2019 10h18
Por: Redação
Fonte: Dourados Agora

O prefeito de Itaporã, Marcos Pacco, conseguiu entrar em acordo com lideranças indígenas e o trecho da rodovia MS-156 que liga Dourados-Itaporã foi liberado no final da tarde de ontem (3). E para comemorar participou da dança com os índigenas (vídeo acima).

Os manifestantes estavam bloqueando o trânsito desde terça-feira (1), impedindo a passagem de veículos. O motivo era a falta de transporte universitário para os acadêmicos indígenas, cortado pela prefeita Délia Razuk a cerca de 20 dias.

Délia não entrou em acordo com os indígenas, alegando que o município não tem condições financeiras e nem obrigação legal de disponibilizar os veículos.

O prefeito da cidade vizinha, decidiu então intervir, pois muitos trabalhadores e estudantes moradores em Itaporã estavam sendo prejudicados com o bloqueio.

Para chegar até Dourados pessoas que utilizam transporte público estavam tendo que enfrentar um desvio de cerca de 80 km, passando por Montese, Piraporã, Douradina e Panambi. O trajeto de ônibus que antes da interdição da rodovia era feito em 30 minutos passou a durar cerca de 1h30.

O acordo firmado entre o município de Itaporã e lideranças indígenas disponibilizará ônibus universitário na aldeia por 30 dias. A expectativa é que até o final do prazo a prefeita Délia Razuk encontre solução para o problema.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários