Eliton - Diego Farma & Farma
Probel
Sicredi
Ponta Porã

Veículo blindado roubado em São Paulo é recuperado na região de fronteira

Diante dos fatos o veículo e o autor foram encaminhados para a Delegacia de Policia em Ponta Porã, para as providências cabíveis.

22/09/2019 21h21
Por: Redação
Fonte: Dourados News
Veícuo furtado em São Paulo e recuperado na MS-162. - Crédito: Divulgação/PMR
Veícuo furtado em São Paulo e recuperado na MS-162. - Crédito: Divulgação/PMR

Policiais Militares Rodoviários em policiamento ostensivo na rodovia estadual MS-164, na tarde deste sábado, dia 21 de setembro, abordaram um veiculo Kia/Sportage, com placas de São Paulo, dirigido por um homem de 42 anos, natural de São Paulo, que trafegava no sentido Maracaju/Ponta Porã.

Instantes antes a equipe havia recebido informações de que o veículo com as mesmas características do abordado circulava em alta velocidade.

Em checagem aos bancos de dados oficiais constatou-se haver queixa de roubo/furto ocorrido na cidade de São Paulo, datada da última sexta-feira, dia 20 de setembro de 2019. Confrontado com os fatos o homem alegou desconhecer e que estava inda até a cidade de Ponta Porã para fazer contato com uma pessoa que lhe venderia produtos e que teria a intenção de revendê-los. Alegou ainda ter adquirido o veículo a quatro dias atrás.

Ainda foi loclizado no interior do veículo o certificado de registro de blindagem expedido pelo Exército Brasileiro, demonstrando que tal veículo possuía a blindagem nível III-A (NIJ).

A blindagem Nível III-A (NIJ) é a mais comercializada no mercado brasileiro e suporta tiros de pistolas 9mm e revólveres .44 Magnum, por exemplo.

Diante dos fatos o veículo e o autor foram encaminhados para a Delegacia de Policia em Ponta Porã, para as providências cabíveis.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários