Sicredi
Eliton - Diego Farma & Farma
Probel
Capital

Acadêmico de Arquitetura é preso por planejar roubo a empresários que teriam R$ 200 mil

Grupo foi preso após torturar vítima que desmaiou três vezes durante o assalto

18/06/2019 13h40
Por: Redação
Fonte: Midia Max
Foto: Leonardo de França.
Foto: Leonardo de França.

Estudante de arquitetura de 30 anos foi quem planejou o assalto a empresários na noite de quarta-feira (12) no Jardim Centenário, em Campo Grande, segundo as investigações da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos). Durante a ação, quatro bandidos torturaram uma das vítimas, que chegou a desmaiar com as agressões. Dois envolvidos ainda não foram localizados.

O estudante e um comparsa de 22 anos foram apresentados nesta segunda-feira (17) na delegacia e conforme as investigações, o ‘mentor’ da ação, de classe média alta, tem “familiares no poder judiciário” e teria usado isso para intimidar policiais durante investigação. Ele temia ser preso porque teria que terminar o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

O assalto do dia 12 foi planejado com um vizinho dos empresários e também, com um ex-funcionário das vítimas. A informação que chegou até os criminosos é de que o casal teria na residência, um cofre com R$ 200 mil. Então, durante o dia, o estudante de arquitetura ficou monitorando o comércio das vítimas até o momento em que o homem saiu. Avisados, os comparsas abordaram o empresário assim que chegava na casa.

A vítima tentou se defender e agredir o assaltante, mas não conseguiu impedi-lo de entrar na casa. Ele foi rendido e obrigado e deixar um segundo assaltante entrar na residência. No local, ele foi torturado pelos bandidos que procuravam pelo suposto cofre, que não existia na residência. “Eu pedia para ele parar de bater, mas ele não parava, não sei porque ele estava daquele jeito, talvez fosse droga”, disse o suspeito de 22 anos.

O delegado Reginaldo Salomão contou que foi uma sessão de tortura, para que ele dissesse onde estaria o cofre. “Foram diversos golpes que fizeram a vítima desmaiar, sendo acordada pelos próprios bandidos”.

A esposa do empresário fechou o comércio e disse que teria que passar na faculdade, então chegou em casa momentos depois e também foi rendida. A sobrinha do casal chegou no local acompanhada, quando os dois também foram rendidos e um terceiro ladrão entrou na residência da família. Como os assaltantes não acharam o cofre, começaram a separar roupas, tênis, bebidas e eletroeletrônicos.

Depois, decidiram que usariam os carros da família para transportar os produtos e que deixariam as vítimas trancadas no banheiro da casa. A vítima conta que os ladrões queriam levar seu marido para se resguardar, caso a família chamasse a polícia. Entretanto, a esposa se ofereceu a ir no lugar, já que o empresário estava bastante machucado.

Dois ladrões saíram dirigindo um dos carros e a esposa saiu com o outro sob a mira de uma arma. Com a ordem dos bandidos, ela seguiu um outro carro e foi parar em um milharal à beira de uma estrada. A vítima ainda ficou uma hora esperando acompanhada de um dos assaltantes. No retorno para a cidade, o bandido pediu que a vítima parasse em uma rua do bairro Aero Rancho, quando ele desceu e a empresária voltou dirigindo para casa.

A vítima conta que os bandidos usavam rádios de comunicação e ‘devolveram’ o outro carro, uma Land Rover. “Eles alugaram uma casa no Aero Rancho só para colocar os produtos roubados”, revelou o delegado.

O estudante de arquitetura planejou toda a ação, mas não foi visto pelas vítimas. Na delegacia, ele garantiu que a polícia não encontraria nada. “Vão fazer perícia e não vão achar nada”, disse o suspeito. A Polícia Civil identificou quatro envolvidos no roubo, mas também investiga outros dois suspeitos.

O grupo também é investigado em um roubo onde os bandidos chegaram a agredir uma criança de 7 anos na busca por grande quantidade de dinheiro. Nesse dia, eles levaram pouca quantia e também alimentos da casa no Vilas Boas.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários