domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 99607-2306
Policial

19/01/2019 às 10h38

66

Redator

Deodápolis / MS

"Pescadores ninjas" tentam afundar embarcação e fogem de abordagem
Os dois policiais perseguiram os elementos, que durante a fuga, lançaram peixes e uma saca, que não foi encontrada, mas que estaria com redes de pesca
Polícia conseguiu apreender a embarcação - Crédito: Divulgação

Policiais militares ambientais de São Gabriel do Oeste realizavam trabalhos de inteligência ontem (19/1), em razão de denúncias de pesca predatória no rio Coxim e, na região conhecida como Pesqueiro do Dedé, foram avistados dois infratores em uma embarcação usando tocas ninjas para não serem identificados, praticando pesca com João-bobos (boias – petrecho proibido), durante a piracema.

Quando os policiais fariam contato com a viatura, aparentemente, apesar de a paisana, um dos elementos reconheceu um deles e rapidamente dirigiu a embarcação à margem do rio e ambos pularam na água nas proximidades da margem, fugindo pela mata.

Os dois policiais perseguiram os elementos, que durante a fuga, lançaram peixes e uma saca, que não foi encontrada, mas que estaria com redes de pesca (petrecho proibido).

Antes da fuga, os pescadores ainda tentaram afundar a embarcação, para não deixar vestígios que pudessem identificá-los. A equipe conseguiu resgatar a embarcação, o motor de porá de 40 HPs e 20 boias (João-bobo), além de um aparelho de celular pertencente aos infratores. Diligências foram efetuadas pela região, porém, mesmo com apoio de outra equipe da viatura, não foi possível prender os criminosos.

Apesar das tocas ninjas, os pescadores já estão sendo identificados, devido à apreensão do aparelho de celular e o motor de popa. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para o crime é de um a três anos de detenção. Também receberão multa administrativa de R$ 5.000,00 cada um.

A PMA continuará em fiscalização preventiva durante esta piracema, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que têm alto poder de captura.

FONTE: Dourados News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium