Eliton - Diego Farma & Farma
Sicredi
Emocionante
Menina órfã com câncer deixa carta para voluntária antes de morrer: ‘Queria que fosse minha mãe’
Abandonada pelos pais, Júlia morava em um abrigo em Carapicuíba, na Grande São Paulo
16/01/2019 07h51
Por: Redação
Fonte: Bhaz
467
Facebook/Reprodução
Facebook/Reprodução

“Estou com muita dor e já quero ir morar com o papai do céu”. Em uma história de companheirismo e empatia, a pequena Júlia, de apenas 8 anos, deixou uma carta para sua melhor amiga, a voluntária e bacharel em direito, Gabriella Pereira, de 23 anos. A menina, que é órfã e morava em um abrigo, lutava contra uma leucemia e morreu no último dia 9. A postagem emocionante viralizou nas redes sociais.

Abandonada pelos pais, Júlia morava em um abrigo em Carapicuíba, na Grande São Paulo, e lutava contra um câncer. Antes de morrer, deixou uma carta para a voluntária. “Conheci a Júlia há uns dois anos. Nesses trabalhos sociais que faço, desde então, não era mais um trabalho, era amor. Dia das crianças, aniversário, Natal, entre outras datas, sempre tive comigo que precisava dar uma passadinha para ver a ‘magrelinha’, porque as outras crianças tinham alguém que visitava e ela tinha apenas eu. Sua irmã foi adotada quando tinha meses, mas a Júlia estava com oito, tinha leucemia e lutava pela cura todos os dias”, relata Gabriella em sua postagem.

“A única coisa que tive acesso, foi ao diário que ela pediu para a enfermeira entregar na minha mão e um batom cor de rosa. E, mesmo com todas as dificuldades que ela passou em oito anos de vida, ainda deixou uma mensagem me apoiando com a sua partida”, continua a estudante na postagem.

‘Queria que você fosse minha mãe’

Na carta, a criança escreve que está com muita dor e que já quer “morar com papai do céu”. Júlia agradece por tudo que Gabriella já fez por ela. “Obrigada por vir me ver e por me dar o vídeo-game que pedi. Sei que era muito caro, mas mesmo assim você me deu. […] Obrigada por vir no meu aniversário e trazer sorvete de morango. Você é a melhor amiga que eu poderia ter. Queria que você fosse minha mãe. Pedi para o papai do céu me fazer sarar, que aí você ia arrumar os documentos e me adotar”, escreveu a garotinha.

Ao BHAZ, Gabriella explica que era um desejo de Júlia ser adotada.”Como ela cresceu no orfanato, ela sempre sonhou em ser adotada. Ela tinha o sonho de ir para minha casa. Eu sempre tive consciência que seria um processo muito difícil, já que não sou casada, muito nova e sem estabilidade financeira. A conversa era sempre que quando ela melhorasse, veríamos isso”, explica.

Queda dos cabelos e peruca

Gabriella conta um dia especial que teve com Júlia. “Eu acho que o dia mais emocionante, bonito mas triste ao mesmo tempo, foi quando o cabelo dela estava caindo. Falei para terminarmos de cortar o cabelo dela, e eu faria uma peruca com uma parte do meu cabelo. Fizemos isso e ela ficou muito contente”, relata.

A garota enxergava na bacharel a melhor pessoas de todas. “Quando eu crescer, quero ser bonita igual você. Eu te amo e estou pintando as bolinhas do calendário igual você disse, e só faltam duas fileiras para o dia do seu aniversário. Mas estou doente e com dor, então se eu for morar com o papai do céu, não fica triste, porque eu te amo e só você é minha melhor amiga”, completa Júlia na cartinha.

Desabafo sobre abandono de crianças

A estudante ainda faz um desabafo sobre o abandono de crianças. “Vocês não fazem ideia do que é uma criança crescer sem ter um apoio fixo. É um funcionário do orfanato que dá um pouco de atenção, depois um enfermeiro que pega amor, ou a mãe de um coleguinha que leva um presente no Natal. Só que, às vezes, a mãe do coleguinha está em uma viagem, o enfermeiro trocou de plantão e o funcionário trocou de emprego, nessas horas ela está sozinha novamente”, relata.

“Não tem quem ensinar a escrever, não tem quem ensinar a segurar o garfo nas refeições, não tem quem fazer um penteado no cabelo, e nem passar o batom que ela tanto gostava”, escreve Gabrielle. Antes de finalizar o texto, uma última despedida. “Agora a Júlia é uma estrela e uma das mais lindas e guerreiras que pode existir, foi com o papai do céu que ela tanto queria. A dor é grande, e o alívio também. Ela descansou e eu deixo essa homenagem, pela força que teve e por tudo que foi nesse mundo. A tia Gabi te ama, você será minha eterna melhor amiga e estará sempre em meu coração”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Dourados - MS
Atualizado às 20h02
27°
Pancada de chuva Máxima: 31° - Mínima: 21°
29°

Sensação

8 km/h

Vento

68.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Eliton - Construmil
Eliton - Escola Denise
Municípios
Mercearia Juninho
Nicolly Laços
Lanchonete Point
Últimas notícias
Comercial 101
Eliton - Auto Brilho
Mais lidas
Eliton - TEC
Eliton - J&S Pinturas
Eliton - HPM