Sicredi
Probel
Eliton - Diego Farma & Farma
Campo Grande

Crime no Inápolis: Diarista foi morta por homem que queria vingar a morte do pai

Aline foi atingida por várias facadas e morreu na frente da filha

13/11/2018 22h45Atualizado há 6 meses
Por: Redacao
Fonte: Midia Max
309

A polícia já identificou o autor do assassinato da diarista de 26 anos, Aline Lima Machado, morta a facadas no fim da manhã desta terça-feira (13), em Campo Grande, na frente da filha de 9 anos. Segundo os policiais, ela foi morta pelo filho do idoso Gabriel Ricaldes, de 74 anos, encontrado morto no dia 30 de setembro. O delegado Dmitri Erick Palermo informou que a polícia está atrás do criminoso, mas não revelou o seu nome.

Aline voltava da escola na companhia da filha quando o autor passou de carro e, ao vê-la, desceu e desferiu várias facadas. A vítima quase foi decapitada na frente da filha, que fugiu correndo gritando por socorro.

O delegado contou que Aline teve um envolvimento amoroso com o pai de seu assassino. Segundo a polícia, ela teria participado da morte do idoso juntamente com Osnei de Carvalho Moreira, vulgo Leitinho. O aposentado foi encontrado morto, amarrado em cima da cama, no dia 30 de setembro.

Osnei foi morto em uma troca de tiros com o Batalhão de Choque no dia 20 de outubro. Ele era acusado de matar o policial militar Gilberto Biano Mendes Valiente, de 34 anos, nos fundos de uma fábrica abandonada, no Núcleo Industrial, além de ter sido identificado como autor do assassinato do idoso.

Aline teria ajudado Osnei no assassinato do idoso ao abrir a porta da casa de Gabriel. Ela era usuária de droga e tinha passagens por roubo, em 2015.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários