Segunda, 27 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Deodápolis - MS

Geral Papa Francisco

Liberdade, criatividade e diálogo, indica Papa à Igreja na Eslováquia

Papa encontrou-se com bispos, padres, religiosos, seminaristas e catequistas na Catedral de São Martinho, deixando seus votos para a Igreja na Eslováquia

14/09/2021 às 07h30
Por: Redação Fonte: Canção Nova
Compartilhe:
Liberdade, criatividade e diálogo, indica Papa à Igreja na Eslováquia

“Venho como irmão, um de vocês”. Com essa expressão de proximidade, o Papa Francisco reuniu-se com os bispos, sacerdotes, religiosos, seminaristas e catequistas da Eslováquia nesta segunda-feira, 13. O encontro foi na Catedral de São Martinho, na capital Bratislava.

Francisco disse que sua presença ali era para partilhar o caminho da igreja eslovaca. E lembrou que a Igreja se faz em conjunto, percorrendo as estradas da vida com a chama do Evangelho acesa. Ele indicou com três palavras o que se espera da Igreja: liberdade, criatividade e diálogo.

“Sem liberdade não há verdadeira humanidade”, afirmou o Papa. O ser humano foi criado livre para permanecer livre. “A Igreja de Cristo não quer dominar as consciências e ocupar os espaços, quer ser uma «fonte» de esperança na vida das pessoas. (..) Que ninguém se sinta oprimido. (…) Que o anúncio do Evangelho seja libertador, nunca opressivo; e a Igreja, sinal de liberdade e acolhimento.”

Ao falar da criatividade, o Pontífice citou o exemplo dos Santos Cirilo e Metódio, evangelizadores das terras eslavas. Eles inventaram um novo alfabeto para a tradução da Bíblia. Então, o Papa fez uma provocação: “Por acaso, não precisa disto, também hoje, a Eslováquia? Porventura não será esta a tarefa mais urgente da Igreja entre os povos da Europa: encontrar novos «alfabetos» para anunciar a fé?”

“À vista da perda do sentido de Deus e da alegria da fé, não adianta lamentar-se, entrincheirar-se num catolicismo defensivo, julgar e acusar o mundo; o que serve é a criatividade do Evangelho.”

O diálogo

Por fim, o Papa falou sobre o diálogo, a necessidade de uma Igreja que sabe dialogar com o mundo, mesmo com quem não crê. Para Francisco, é preciso responder ao convite de Jesus a romper o círculo vicioso e destruidor da violência, “apresentando a outra face a quem nos bate, para vencer o mal com o bem”.

Como exemplo, citou a história do cardeal jesuíta Korec, perseguido pelo regime, encarcerado, forçado a trabalhar até adoecer. “Quando foi a Roma no Jubileu do ano 2000, deslocou-se às catacumbas e acendeu uma vela pelos seus perseguidores, implorando para eles misericórdia. Isto é Evangelho!”.

O Papa concluiu seu discurso fazendo votos de que a Igreja eslovaca continue seu caminho “na liberdade do Evangelho, na criatividade da fé e no diálogo que brota da misericórdia de Deus”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
CN (Canção Nova)
CN (Canção Nova)
Sobre As noticias da Canção Nova aqui no IMPACTONEWS.
Deodápolis - MS Atualizado às 08h18 - Fonte: ClimaTempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 37°

Ter 37°C 22°C
Qua 38°C 24°C
Qui 38°C 24°C
Sex 35°C 26°C
Sáb 35°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Anúncio
Anúncio