Segunda, 19 de Abril de 2021 18:44
(67) 99607-2306
Região Premiação

Juíza de MS, que atuou em Nova Andradina, é premiada pela Embaixada dos EUA

Jacqueline Machado atualmente é titular da 3ª Vara de Violência Doméstica de Campo Grande

27/11/2020 10h02
Por: Redação Fonte: TJMS
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

A juíza sul-mato-grossense Jacqueline Machado, que atuou em Nova Andradina entre 06/04/05 e 18/02/16 e que atualmente é titular da 3ª Vara de Violência Doméstica de Campo Grande, foi uma das oito vencedoras nacionais do prêmio "Mulheres Brasileiras que Fazem a Diferença 2020", promovido pela Embaixada e os Consulados dos EUA no Brasil. A premiação foi anunciada nesta terça-feira (24) e homenageia mulheres brasileiras que impactaram positivamente em suas comunidades, servindo como inspiração para outros cidadãos.

Jacqueline Machado é uma das principais ativistas do Brasil na proteção de mulheres vítimas de violência doméstica e foi a força motriz por trás da criação da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande, o primeiro centro de parada única do país que auxilia sobreviventes de violência doméstica. É lá que funciona a 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, que foi a primeira vara do país a atuar especificamente na análise de medidas protetivas.

Sobre a premiação, a magistrada comentou: “Não trabalhamos por reconhecimento, mas pela proteção e dignidade das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. Também pela garantia dos direitos daqueles que são acusados. Mas, quando esse trabalho é visualizado por instituições de fora do Judiciário, temos a certeza que estamos no caminho certo e que o esforço diário está surtindo efeito. Para mim, atuar como magistrada nessa área é vocação e receber esse prêmio é uma honra”.

A juíza esteve à frente da Coordenadoria da Mulher do TJMS desenvolvendo ações pioneiras no combate à violência contra as mulheres no Estado por meio de projetos como o "Mãos EmPENHADAS contra a Violência", que ensina esteticistas e manicures a identificar sinais de violência de gênero e direciona clientes para a rede de apoio. Atualmente, é presidente do Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Fonavid).

Ela também é apoiadora do “Florescer”, uma unidade móvel que se comunica com as mulheres rurais para conscientizá-las sobre os direitos da mulher. A magistrada falou na Conferência das Nações Unidas sobre Comunicação, Saúde e Direitos da Mulher em Campo Grande e Dourados, em 2019. A magistrada participa com frequência em programas de rádio e TV em Mato Grosso do Sul sobre seus projetos de prevenção da violência de gênero.

Saiba mais – O prêmio "Mulheres Brasileiras que Fazem a Diferença 2020" homenageia mulheres brasileiras que estão na linha de frente dos desafios locais, nacionais e globais e também aquelas nos bastidores, trabalhando para romper barreiras para promover mudanças positivas à sociedade brasileira, por meio de iniciativas econômicas e ambientais, engajamento cívico, inclusão e os direitos dos migrantes e refugiados, políticas de minorias religiosas e étnicas, comunidades indígenas, mulheres com deficiência e outros grupos historicamente marginalizados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Dourados - MS
Atualizado às 19h32 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 31°

25° Sensação
12.4 km/h Vento
34.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Quarta (21/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio