Probel
Sicredi
Eliton - Diego Farma & Farma
Final

Conmebol prepara estádio da final da Libertadores às pressas

O jogo entre Flamengo e River Plate acabou mudando de lugar

21/11/2019 08h30
Por: Redação
Fonte: Noticias ao minuto
Reuters
Reuters

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A mudança de sede da final da Libertadores obriga a Conmebol a correr com a preparação do estádio. O Monumental Universitario está longe de estar pronto a três dias da decisão entre Flamengo e River Plate: faltam desde faixas com as marcas da competição e de patrocinadores até cadeiras que ainda estão sendo colocadas. O clima no local é de obras de última hora.

A Conmebol tinha investido em uma pequena reforma no Estádio Nacional de Santiago, que receberia o jogo. Por isso a resistência em trocar de local. Enfim, no início de novembro, uma reunião selou alteração para Lima, após semanas de convulsão social no Chile.

Por conta dos preparativos de última hora, a Conmebol não deixou veículos entrarem no estádio ontem (terça-feira), sendo exceção os donos de direitos da competição como Fox Sports e Globo. A instrução era clara de que o Monumental ainda não deveria ser mostrado enquanto não estivesse pronto.

Na área externa, ainda havia acessos de entrada sendo instalados, placas com as marcas da Libertadores encostadas nas grades e operários dando mão de tinta na pintura marrom clara da arquibancada. Patrocinadores do Universitario ainda tinham suas marcas exibidas, sem ainda presença dos parceiros comerciais da Conmebol.

Internamente, uma questão é que, quando o estádio foi escolhido, havia vários assentos quebrados que tiveram de ser substituídos, o que ainda está ocorrendo no início desta semana. Os assentos são do tipo que era usado em estádio mais antigos no Brasil, sem encosto.

A administração do Monumental informou que alugou o estádio e, a partir daí, tudo tem corrido por conta da Conmebol. Não havia uma renovação no local desde a sua construção, há 20 anos. Embora seja um estádio novo, o Monumental tem uma aparência envelhecida, talvez fruto da sua arquitetura mais antiga e dessa falta de manutenção. As grades externas têm arames farpados no topo, algo também já abolido em equipamentos mais modernos.

A escolha de Lima ocorreu por ter sido uma opção de emergência com falta de alternativas, pelo Monumental ser um estádio de grande capacidade (receberá 60 mil pessoas) e pelo melhor acesso da capital peruana. Lima, de fato, tem boa estrutura para receber os turistas.

O acesso ao estádio, no entanto, é bem complicado. Há uma pista com apenas duas vidas na avenida conhecida por engarrafamentos na cidade. A chegada em jogos grandes costuma ser caótica, segundo moradores locais.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Dourados - MS
Atualizado às 08h34
19°
Pancada de chuva Máxima: 28° - Mínima: 19°
19°

Sensação

4 km/h

Vento

96%

Umidade

Fonte: Climatempo
Eliton - Construmil
Eliton - Escola Denise
Municípios
Lanchonete Point
Mercearia Juninho
Nicolly Laços
Últimas notícias
Comercial 101
Eliton - Auto Brilho
Mais lidas
Anúncio
Anúncio