Eliton - Diego Farma & Farma
Probel
Sicredi
Saúde

Com última confirmação em 2011, MS apura 8 suspeitas de sarampo neste ano

Diante desse cenário, 23 mil doses de vacina foram enviadas pelo Ministério da Saúde para o Estado, que já começou a distribui-las aos municípios

30/08/2019 15h42
Por: Redação
Fonte: Dourados News
Mato Grosso do Sul recebeu 23 mil doses de vacina - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); SAIBA MAIS PREVENÇÃO Sarampo: crianças de 6 a 12 meses devem ser vacinadas
Mato Grosso do Sul recebeu 23 mil doses de vacina - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); SAIBA MAIS PREVENÇÃO Sarampo: crianças de 6 a 12 meses devem ser vacinadas

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul apura oito suspeitas de sarampo em 2019. A mais recente confirmação da doença em território sul-mato-grossense foi em 2011. Contudo, diante da importação de novos casos pelo Brasil desde fevereiro de 2018, o Ministério da Saúde encaminhou doses extras de vacina ao Estado neste ano.

Em resposta à solicitação de informações encaminhada pelo Dourados News, a secretaria detalhou que dos 31 casos suspeitos de sarampo registrados em território estadual desde janeiro, 23 já foram descartados e o restante segue em análise. Portanto, não há casos confirmados. “O último caso de sarampo registrado em Mato Grosso do Sul foi em 2011”, esclareceu.

Ainda segundo a pasta, “em 2015 o Brasil havia registrado o último caso da doença, no Ceará”, e “devido a isso, o país chegou a ganhar, em 2016, o certificado de eliminação do sarampo”. “Mas em fevereiro de 2018 começaram os casos importados da doença, registrados na Venezuela e que chegaram a Roraima”, explicou a Secretaria de Estado de Saúde.

Diante desse cenário, 23 mil doses de vacina foram enviadas pelo Ministério da Saúde para o Estado, que já começou a distribui-las aos municípios. Segundo a Agência Brasil, 1,6 milhão de doses extras da vacina tríplice viral foram distribuídas pelo país para “garantir a imunização extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias”.

A publicação citou ainda boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado na quarta-feira (28) que contabilizava 2.331 casos confirmados de sarampo no país somente nos últimos três meses. “O número representa um aumento de 38,75% em relação ao último boletim. Ainda conforme o balanço desta quarta-feira, foram descartados 1.294 casos suspeitos enquanto 10.855 seguem em investigação por equipes de secretarias de saúde”, detalhou.

No Estado de São Paulo, que concentra a maioria dos casos, houve uma morte. “A vítima foi um homem de 42 anos, que não tinha recebido nenhuma dose da vacina ao longo da vida, e tinha histórico de comorbidade, ou seja, com um quadro de várias doenças. Nessa faixa etária, a pessoa deve ter pelo menos uma dose da vacina”, detalhou o Ministério da Saúde.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários