Sicredi
Probel
Eliton - Diego Farma & Farma
Tecnologia

Youtuber testa resistência do FlexPai, o primeiro smartphone dobrável

Vídeo mostra bateria de testes de flexibilidade e durabilidade do aparelho utilizando fogo e objetos cortantes; veja como ele se saiu

Olhar Digital

Olhar DigitalTudo sobre o mundo da tecnologia em um só lugar!

29/07/2019 21h26Atualizado há 2 meses
Por: Redação
Fonte: Olhar Digital
Redação Olhar Digital
Redação Olhar Digital

A chinesa Royole foi a primeira empresa a lançar o smartphone com tela dobrável, o Royole FlexPai, que fez sucesso entre o público e esgotou poucas horas depois do início da pré-venda. O canal JerryRigs Everything fez um teste completo para saber o quão resistente é o dispositivo.

Outros smartphones flexíveis foram criados, como o Galaxy Fold e o Huawei Mate X, mas por enquanto, apenas o Royale FlexPai está disponível no mercado. Para testar a resistência desse modelo, Zack Nelson disponibilizou um vídeo no YouTube usando diversos objetos - estilete, chaves de fenda e isqueiro. 

Nelson ignora todos os avisos e formas específicas de manuseio do smartphone. Para teste de flexibilidade, usou a própria mão dobrando-o do lado contrário. Ele consegue, porém não muito. 

Segundo a fabricante, por ser uma tecnologia completamente nova, usuário precisa tomar alguns cuidados como:

  • Para carregar o smartphone, mantenha-o aberto. Se estiver carregando com a tela dobrada, não use.
  • Evite derrubar o aparelho.
  • Evite impactos e objetos pontiagudos.
  • Mantenha o dispositivo seco e limpo.
  • Não adicione protetores de tela, pois isso pode afetar o mecanismo de dobra e performance do display.
  • Não recomendado dobrar ou desdobrar o smartphone quando a temperatura estiver abaixo de -2 ºC.

A tela do FlexPai é feita de plástico, com isso a resistência é extremamente baixa e pode ser danificada facilmente. No vídeo, uma leve pressão usando a unha foi capaz de deixar uma marca no painel e o isqueiro causou um dano permanente após cinco segundos de exposição ao fogo.

O principal teste ficou por último: quando dobrado do lado errado, o celular consegue resistir por pouco tempo até quebrar ao meio. Ainda que a dobradiça esteja partida ao meio, o FlexPai continua ligado e funcionando, isso porque o aparelho adota um display OLED (painel que possui propriedades flexíveis diferente do LCD, que não pode ser dobrado).

Confira vídeo completo abaixo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.