Eliton - Diego Farma & Farma
Sicredi
Economia
Na marcha dos prefeitos, Reinaldo Azambuja reforça necessidade da reforma da previdência
Reinaldo Azambuja pediu a mobilização de prefeitos para que deputados e senadores aprovem a proposta do governo federal, que já tramita no Congresso
13/04/2019 11h00
Por: Redação
Fonte: Dourados News
27
Governador Reinaldo Azambuja em discurso na marcha de prefeitos - Crédito: Edson Ribeiro
Governador Reinaldo Azambuja em discurso na marcha de prefeitos - Crédito: Edson Ribeiro

Ao participar da marcha de prefeitos em Brasília (DF), o governador Reinaldo Azambuja defendeu nesta quarta-feira (10) uma melhor distribuição de renda no Brasil para que demandas da população sejam atendidas pelo poder público.

Ele voltou a apoiar a reforma da previdência como ponto de partida para destravar a economia do País.

“Pagamos no Brasil um déficit previdenciário que acaba drenando parte da riqueza do povo brasileiro. Precisamos mudar essa equação, pois se não tivermos um rateio melhor nas finanças dificilmente vamos atender às demandas da população”, discursou o governador.

Reinaldo Azambuja pediu a mobilização de prefeitos para que deputados e senadores aprovem a proposta do governo federal, que já tramita no Congresso. Ele disse que a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro está disposta a debater possíveis propostas de emendas ao projeto e que a reforma deve ser feita “para o bem do País”, “independente de direita ou esquerda”.

O governador acredita ainda que esse é o primeiro passo para destravar outras reformas importantes no País, como a tributária. Para ele, estados e municípios só terão êxito na discussão de demais pautas consideradas desenvolvimentistas num segundo momento. Entre as citadas estão a cessão onerosa do pré-sal e a remodelação da Lei Kandir.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários