Sicredi
Probel
Eliton - Diego Farma & Farma
Polêmica

Abaixo-assinado com 2,8 mil assinaturas pede intervenção da ANEEL em contas de energia

Documento ainda terá até final do mês para recolher assinaturas, disse idealizador

11/02/2019 07h38
Por: Redação
Fonte: Midia Max
Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax
Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax

Nos últimos dias diversos moradores procuraram o Procon-MS para denúncia o aumento abusivo nas contas de energia elétrica, inclusive fatura de R$ 79 mil assustou uma família de três pessoas em Campo Grande.

Os diversos relatos e resposta ‘insuficiente’ em audiência pública motivaram a criação de um abaixo-assinado e campanha para a redução na cobrança e fiscalização da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) na Energisa. Documento digital já reúne 2,8 mil assinaturas e pode ser acessado aqui.

Venício Leite, um dos idealizadores da campanha ‘Energia CARA NÃO” disse ao Jornal Midiamax que a ideia de criar a campanha surgiu quando participou da audiência pública na Câmara Municipal.

“Fiz a leitura de que o estado e nem o município são capazes de legislar sobre esse assunto. A Energisa fez uma declaração afirmando que estava tudo nos conformes as contas e as tarifas, de que nada estava errado nas faturas. Como que não havia nada de errado? Só a ANEEL pode fazer alguma coisa”, disse a reportagem.

O documento pede que a agência faça uma inspeção na concessionária que distribuiu energia no Estado e também pede que os relógios de energia sejam vistoriados por profissionais que não sejam necessariamente do Inmetro. “Pedimos que outras instituições participem da averiguação dos relógios. Engenheiros da UFMS, UEMS, etc.”, disse.

A plataforma de assinatura online conta com 2,8 mil assinaturas e a expectativa é de que número dobre até o final do mês. “Não pensamos na quantidade de assinaturas, mas esperamos que seja bastante”, comentou Venício, detalhando que, além das assinaturas virtuais, documentos físicos com assinaturas do interior de MS já somam 10 mil assinaturas.

Para quem tiver alguma dúvida pode entrar em contato com Venício pelo Facebook, clicando aqui, ou no telefone 99153-0100.

Nova audiência

Em sessão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul na última terça-feira (5), alguns deputados estaduais sugeriram a realização de audiência pública e reunião com a diretoria da Energisa para questionar sobre os aumentos na cobrança de energia elétrica. O assunto, que tem dado o que falar desde o início do mês e tem revoltado os consumidores, foi citado pelos deputados Barbosinha (DEM), Pedro Kemp (PT) e Marçal Filho (PSDB).

O deputado Barbosinha pediu a realização de audiência pública no dia 12 de março para ouvir as explicações da concessionária de energia sobre o que ocasionou o aumento expressivo nas contas. Ele também pede que a Energisa justifique na audiência sobre como é composta a tarifa de energia, para que possa ‘fazer os direcionamentos necessários aos órgãos competentes’.

Já o deputado Pedro Kemp pede uma reunião com a diretoria executiva da Energisa no dia 18 de fevereiro. Kemp pede que a empresa explica os aumentos abusivos na tarifa entre os meses de dezembro e fevereiro. Ele afirma que mesmo no recesso recebeu inúmeras denúncias sobre a cobrança e acha conveniente a presença da direção da concessionária.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Dourados - MS
Atualizado às 11h58
24°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 16°
24°

Sensação

4 km/h

Vento

52%

Umidade

Fonte: Climatempo
Eliton - Construmil
Eliton - Escola Denise
Gi Atelier - Inst
Supremo Disk Chopp
Municípios
Lanchonete Point
Nicolly Laços
Mercearia Juninho
Últimas notícias
Comercial 101
Eliton - Auto Brilho
Mais lidas
Eliton - TEC
Eliton - HPM