Sábado, 23 de março de 2019
(67) 99607-2306
Esportes

10/01/2019 às 14h26

72

Redator

Deodápolis / MS

Copa do Brasil começa em fevereiro com dois times do Mato Grosso do Sul
O calendário dos times brasileiros é sempre uma coisa discutida e tirando os grandes clubes, que disputam muitas competições ao mesmo tempo
Copa do Brasil começa em fevereiro com dois times do Mato Grosso do Sul
Morenão será o palco do jogo entre Operário e Botafogo da Paraíba - Crédito: Divulgação
Copa do Brasil tem a fama de ser a competição mais democrática do futebol brasileiro e é fácil descobrir a razão. Todos os estados estão representados na competição, algo que não acontece nas principais séries do Campeonato Brasileiro. E isso gera duelos de nossos times do Mato Grosso do Sul contra equipes grandes de outros estados. Neste ano, Operário e Corumbaense, campeão e vice do Estadual de 2018, vão representar o estado.
 
O Operário está bastante distante dos grandes momentos nos anos 70, quando eliminou um Fluminense que era esquadrão chegou até a fazer um duelo duríssimo contra o São Paulo na semifinal do Brasileirão de 77, sendo eliminado no saldo de gols. Mas organizado e motivado depois de encerrar um jejum de 20 anos sem conquista do estadual, o time vai receber o Botafogo da Paraíba.
 
O time não joga na Copa do Brasil desde 2006, quando outro Fogão passou pela frente, mas o do Rio, logo na primeira fase e a equipe foi eliminada. Para este ano a expectativa é grande, até porque no planejamento também está a série D, que o time encara desde a primeira vez. 
 
O Corumbaense também tem calendário cheio. Campeão em 2017 do estadual, o time encara logo o seu algoz na temporada passada na estreia no dia de 20 de janeiro da edição 2019. O duelo entre Corumbaense e Operário pode ser bem usado pelo time de Corumbá como boa preparação para o difícil duelo contra o Luverdense na primeira fase da Copa do Brasil.
 
A Luverdense está uma série acima no Campeonato Brasileiro, mas na primeira fase da Copa do Brasil, a vantagem do mando é do time do Mato Grosso do Sul, mas um empate classifica o visitante. O mando foi decidido pelo ranking da CBF, com os times mais bem posicionados tendo que viajar para o jogo único mas podendo empatar para seguir na competição. Na segunda fase o palco é decidido por sorteio.
 
O Corumbaense passou com uma vitória sobre o ASA na primeira fase de 2018 antes de perder por 3 a 0 pro Vitória na Bahia na segunda fase. Mesma coisa aconteceu com o Sete de Dourados em 2017: venceu o River do Piauí na primeira fase mas perdeu para o Sport por 3 a 0 em Recife.
 
Calendário será problema menor em 2019
 
O calendário dos times brasileiros é sempre uma coisa discutida e tirando os grandes clubes, que disputam muitas competições ao mesmo tempo, o que é ruim para a qualidade do jogo e a saúde dos atletas, times de centros como o Mato Grosso do Sul, sofrem com a falta de jogos.
 
Em 2018 o Estadual foi disputado no primeiro semestre junto com a Copa Verde e depois as equipes ficaram sem atuar. Para este ano, Corumbaense e Operário terão a Série D para encher o ano e quem sabe uma campanha um pouco mais longa na Copa do Brasil para encher os cofres.
 
Essa é uma das grandes vantagens da competição, que teve um prêmio de 50 milhões para o Cruzeiro, que foi o vencedor, e também paga bem os participantes. Os dois times do estado estimam levar 600 mil reais por estar na disputa. E continuar nela com certeza será um belo fôlego para os cofres.

FONTE: Dourados News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium