Sicredi
Probel
Eliton - Diego Farma & Farma
Agressões

Agentes penitenciários são agredidos durante revista em cela da Máxima

No início do mês, agentes penitenciários protestaram, em frente à PED (Penitenciária Estadual de Dourados) por melhores condições de trabalho e também a regulamentação do uso de armas

20/12/2018 08h11
Por: Redacao
Fonte: Campo Grande News
Fachada do Presídio de Segurança Máxima, que fica no complexo penitenciário no Jardim Noroeste (Foto: arquivo/Campo Grande News)
Fachada do Presídio de Segurança Máxima, que fica no complexo penitenciário no Jardim Noroeste (Foto: arquivo/Campo Grande News)

Agentes penitenciários do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima, foram agredidos por presos ao tentarem revistar uma das celas, nesta quinta-feira (19). O presídio fica no complexo penitenciário do Jardim Noroeste, em Campo Grande. 

Conforme boletim de ocorrência, os agentes relataram que faziam revistas, quando foram iniciar o procedimento na cela 122 do pavilhão 2, os presos disseram que não iriam permitir a entrada dos servidores. 

Mesmo assim, os agentes abriram a porta e tentaram fazer a retirada dos internos, mas foram agredidos a chutes e empurrados para fora da cela. Os 21 detentos que participaram da confusão vão responder por resistência e desacato. O caso foi registrado na Depac(Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. 

No início do mês, agentes penitenciários protestaram, em frente à PED (Penitenciária Estadual de Dourados) por melhores condições de trabalho e também a regulamentação do uso de armas letais e não letais pelos servidores que trabalham diretamente com os presos.

A situação de vulnerabilidade já havia sido denunciada e foi tema de matéria publicada pelo Campo Grande News no dia 28 de setembro. A reportagem relatou três casos de agressões contra agentes que haviam ocorrido em menos 30 dias, nos plantões do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.