domingo, 20 de janeiro de 2019
(67) 99607-2306
Eleições 2018

15/12/2018 às 09h47

83

Redacao

Deodápolis / MS

Diplomados pelo TRE/MS 24 deputados estaduais eleitos em 2018
Em seu discurso, o governador diplomado fez um registro sobre o cenário político e econômico que passa o País, um breve balanço dos quatro anos de mandato e reiterou o compromisso com a população sul-mato-grossense
Diplomados pelo TRE/MS 24 deputados estaduais eleitos em 2018
A diplomação é um ato que atesta quem são, efetivamente, os eleitos pelo povo - Crédito: Wagner Guimarães e Victor Chileno

Os 24 deputados estaduais eleitos para 11ª Legislatura foram diplomados na noite desta sexta-feira (14), em solenidade realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), seu vice Murilo Zauith (DEM), os senadores Nelson Trad (PTB) e Soraya Thronicke (PSL) e os oito deputados federais escolhidos pela população na eleição de outubro também foram diplomados. ?

A diplomação é o ato pelo qual a justiça eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos e os suplentes. Com a entrega do diploma devidamente assinado, eles possuem legitimidade para representar a população da circunscrição eleitoral pela qual se elegeram. “Com a diplomação, a justiça eleitoral encerra sua atuação no processo de 2018, restando para serem julgados os feitos de natureza criminal, as prestações de contas dos candidatos não eleitos e as representações especiais. Durante todo esse processo, buscamos garantir a normalidade e regularidade do pleito, de modo que o resultado das urnas espelhasse a vontade popular”, disse o presidente em exercício do TRE/MS, desembargador João Maria Lós. ?

Em seu discurso, o governador diplomado fez um registro sobre o cenário político e econômico que passa o País, um breve balanço dos quatro anos de mandato e reiterou o compromisso com a população sul-mato-grossense. “Nosso objetivo será reduzir o peso dos impostos sobre quem trabalha e produz. Nossa administração será conduzida com equilíbrio e austeridade”, falou Reinaldo.

Na 11ª Legislatura, que tem início no dia 1º de fevereiro de 2019 e se encerra em janeiro de 2023, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul terá 11 novos parlamentares. Dos atuais, 13 foram reeleitos. Veja abaixo um breve histórico sobre cada deputado, por ordem de número de votos:?

Capitão Contar (PSL)

Renan Barbosa Contar foi eleito com 78.390 votos. Ele é capitão do Exército, formado na Academia Militar das Agulhas Negras. Nasceu no dia 25 de dezembro de 1983, em Campinas (SP), e ocupará pela primeira vez uma vaga no Parlamento Sul-Mato-Grossense.?

Coronel David (PSL)

Carlos Alberto David dos Santos obteve 45.903 votos. Militar reformado, ele já foi comandante-geral da Polícia Militar, da Polícia Militar Ambiental e da Polícia Rodoviária, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública e deputado estadual. Nasceu dia 27 de janeiro de 1965, em Campo Grande.?

Jamilson Name (PDT)

Jamilson Lopes Name disputou pela primeira vez uma vaga na Assembleia Legislativa e teve 33.870 votos. Ele é empresário e nasceu no município de Sidrolândia, em 16 de setembro de 1980.?

Renato Câmara (MDB) 

Renato Pieretti Câmara foi reeleito com 33.291 votos e vai ocupar pela segunda vez uma cadeira no Legislativo Estadual. Nascido em 7 de setembro de 1972, ele é engenheiro agrônomo. Foi prefeito de Ivinhema por dois mandatos.?

Onevan de Matos (PSDB) 

Onevan José de Matos foi reeleito com 30.813 votos. Ele nasceu no dia 17 de dezembro de 1942, no município de Frutal, Minas Gerais. Em 1978, logo após a divisão do Estado, foi eleito deputado estadual constituinte, participando da elaboração da 1ª Constituição de Mato Grosso do Sul. Foi prefeito de Naviraí e assumirá o nono mandato na Casa de Leis. ?

Zé Teixeira (DEM)

José Roberto Teixeira foi reeleito com 30.788 votos. Pecuarista e representante da grande Dourados, é natural do Estado da Bahia e está no Mato Grosso do Sul desde 1962. Assumirá o sétimo mandato parlamentar.?

Lidio Lopes (PATRI) 

Lidio  Nogueira Lopes foi reeleito para o terceiro mandato com 27.877 votos. Advogado e funcionário de carreira do Tribunal de Contas do Estado, ele nasceu no município de Iguatemi, no dia 5 de agosto de 1966. ?

Paulo Corrêa (PSDB)

Paulo José Araújo Corrêa foi reeleito com 27.664 votos. Nasceu em Campo Grande no dia 24 de julho de 1957. Formado em Engenharia Civil, começou a carreira política como secretário de Estado de Habitação e Desenvolvimento Urbano. Desde 1997, ocupa uma cadeira no Legislativo Estadual.?

Felipe Orro (PSDB)

Luíz Felipe Ribeiro Orro foi reeleito com 27.661 votos. Neto e filho de políticos, nasceu no Rio de Janeiro em 6 de setembro de 1969. Criado no município de Aquidauana, o advogado já foi vereador e prefeito do município. Desde 2010, Orro é deputado estadual.?

Barbosinha (DEM)

José Carlos Barbosa foi reeleito com 27.492 votos. Ele nasceu em 26 de outubro de 1964, no Estado de Goiás. Em 1975, mudou-se para Angélica, onde foi prefeito anos mais tarde. Formado em Direito, conquistou seu primeiro mandato como deputado estadual em 2014. Licenciou-se para assumir a vaga de secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública.?

Marçal Filho (PSDB)

Marçal Gonçalves Leite Filho obteve 25.437 votos. Advogado e ex-deputado federal por Mato Grosso do Sul, ele nasceu em Dourados, onde também atua como radialista.?

Professor Rinaldo (PSDB) 

Rinaldo Modesto de Oliveira foi reeleito para o quarto mandato, com 24.593 votos. Nasceu em Glória de Dourados no dia 30 de Mario de 1965 e foi criado no Distrito de Culturama. Começou a carreira política como vereador de Campo Grande.?

Marcio Fernandes (MDB) 

Marcio Fernandes foi reeleito com 23.296 votos. Ele é de Umuarama, interior do Paraná, e nasceu no dia 15 de fevereiro de 1979. O médico veterinário vai cumprir o quarto mandato na Casa de Leis.?

Eduardo Rocha (MDB)

João Eduardo Barbosa Rocha foi reeleito com 23.347 votos. Nasceu em Birigui, município paulista, no dia 1 de dezembro de 1966. Economista por formação, ele vai ocupar pela terceira vez uma vaga na Assembleia Legislativa.?

Cabo Almi (PT)

José Almi Pereira Moura foi reeleito com 21.121 votos. Servidor da Polícia Militar, ele entrou para vida pública como vereador da Capital no ano de 1996. Nasceu em Jardim Olinda, no Paraná, no dia 17 de dezembro de 1962, e pela terceira vez exercerá mandato no Parlamento de Mato Grosso do Sul.?

Pedro Kemp (PT)

Pedro César Kemp Gonçalves foi reeleito com 20.969 votos para o quinto mandato como deputado estadual. Nasceu em Presidente Prudente, interior de São Paulo, no dia 5 de Maio de 1962. Psicólogo, iniciou a carreira política como vereador em Campo Grande no ano de 1996.?

Londres Machado (PSD) 

Londres Machado foi eleito com 20.782 votos. Nascido em 3 de fevereiro de 1942, no município de Rio Brilhante, ele foi deputado por 12 mandatos consecutivos e presidente do Parlamento Estadual. Participou da Assembleia Constituinte em 1978 e volta assumir uma cadeira na 11ª Legislatura.?

Neno Razuk (PTB) 

Roberto Razuk Filho foi eleito com 19.472 votos. Vai exercer o cargo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul pela primeira vez. Empresário, ele nasceu em Campo Grande, no dia 12 de outubro de 1978.?

Herculano Borges (SD) 

Herculano Borges Daniel foi reeleito com 17.731 votos. Nasceu em Campo Grande, no dia 10 de setembro de 1974. Formado em Educação Física, ele foi vereador da Capital por dois mandatos, assumindo uma suplência na Assembleia Legislativa em 2015.?

Gerson Claro (PP) 

Gerson Claro Dino foi eleito para o primeiro mandato, com 16.731 votos. Nasceu no município de Itaporã em 8 de novembro de 1967. Formado em Direito, foi diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS).?

Antônio Vaz (PRB) 

Antônio Vaz Neto foi eleito com 16.224 votos. Nasceu no dia 23 de setembro de 1964, em Sorocaba, interior paulista. Já foi vereador em Itapevi, na grande São Paulo.    ?

Evander Vendramini (PP)

Evander José Vendramini Duran foi eleito com 12.627 votos. Advogado, ele nasceu no dia 25 de janeiro de 1964, em Aprazível, São Paulo. Foi vereador em Corumbá e será pela primeira vez deputado estadual.?

Lucas de Lima (SD) 

Luiz Carlos Correia de Lima foi eleito pela primeira vez deputado estadual, com 12.391 votos. Natural de São Martinho do Oeste, interior de São Paulo, ele é radialista e vereador.?

João Henrique (PR) 

João Henrique Miranda Soares Catan foi eleito com 11.010 votos. Advogado, ele nasceu em Campo Grande no dia 19 de abril de 1988. É o mais jovem entre os deputados estaduais da 11ª Legislatura. ?

FONTE: Dourados News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium