Quinta, 15 de novembro de 2018
(67) 99607-2306
Geral

04/11/2018 às 23h15

56

Redacao

Dourados / MS

Ser cristão é amar ao próximo sem limites, afirma Papa Francisco
Durante o Ângelus deste domingo, o Santo Padre falou sobre a premissa cristã de amar ao próximo incondicionalmente
Ser cristão é amar ao próximo sem limites, afirma Papa Francisco
Papa Francisco se dirigi aos fiéis no Ângelus deste domingo, 4 / Foto: Vatican News Reprodução Youtube

Neste domingo, 4, dirigindo-se aos fiéis na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco celebrou a oração mariana do Ângelus. E, na oportunidade, centrou seu discurso no conceito de amor ao próximo, uma premissa que deve ser o cerne da postura cristã, segundo o Sucessor de Pedro.

“No centro do amor do Evangelho deste domingo está o mandamento do amor a Deus e do amor ao próximo”, disse o Pontífice à multidão. Um escriba, certa vez, perguntou a Jesus, qual era o primeiro mandamento. “E o Senhor responde com aquela profissão de fé com a qual todo israelita inicia e conclui seu dia: ‘escuta, Israel, o Senhor nosso Deus é o nosso único Senhor”, explicou o Santo Padre.

O Senhor está ligado a nós por apenas um pacto indissolúvel: amou-nos, ama e nos amará para sempre. “É desta fonte do amor de Deus que deriva o duplo mandamento para nós: amará o Senhor teu Deus com todo teu coração, toda tua alma, toda tua mente e amarás ao teu próximo como a ti mesmo”, detalhou Francisco que emendou: “Desta maneira, o Senhor nos ensinou que o amor a Deus e o amor ao próximo são inseparáveis.”

Este amor a Deus nos orienta ainda a mostrar a verdadeira força do cristão fiel. “Amar a Deus é viver Dele e por Ele, por aquilo que Ele é e por aquilo que Ele faz”, ponderou Francisco. “Nosso Deus é doação sem reservas, é perdão sem limites. Amar a Deus quer dizer investir nossas energias todos os dias para que sejamos seus colaboradores no serviço ao próximo sem reservas”, acrescentou.

O Santo Padre reforçou ainda a ideia de que não devemos pré-selecionar a quem devemos amar. “Isso não é cristão, é pagão”, advertiu. “Temos que ter olhos para vê-lo e querer o seu bem. Se nos exercitarmos em vermos com o olhar de Jesus nos colaremos em escuta e ao lado de quem precisa”, refletiu.

Peregrinos mortos por serem cristãos

O Papa Francisco, ao final deste Ângelus, lamentou profundamente a morte de cristãos em um atentado terrorista no Egito, contra fiéis da Igreja Copta Ortodoxa Cristã. “Rezo pelas vítimas, peregrinos mortos pelo simples fatos de serem cristãos”, lamentou. “Peço que Maria Santíssima console as famílias e toda a comunidade”.

Madre Clelia Merloni, proclamada beata neste sábado, 3, também foi lembrada pelo Sucessor de Pedro durante este Ângelus. “Uma mulher totalmente entregue à vontade de Deus, zelosa na caridade, paciente nas adversidades e heroica no perdão”, foram as palavras de Francisco para definir a personalidade e a vida da fundadora das Irmãs Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.

FONTE: Canção Nova

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Canção Nova

Canção Nova

Blog/coluna As noticias da Canção Nova aqui no IMPACTONEWS.
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium