Probel
Sicredi
Eliton - Diego Farma & Farma
Entrevista

Ao JN, Haddad diz desistir de constituinte e se afasta de Dirceu

O ex-prefeito de São Paulo também se distanciou do ex-ministro José Dirceu

09/10/2018 11h16
Por: Redacao
Fonte: Noticias ao minuto
Divulgação
Divulgação

Ocandidato do PT à Presidência nas eleições 2018, Fernando Haddad, disse nesta segunda-feira, 8, que reviu seu posicionamento sobre a Constituinte exclusiva proposta pelo plano de governo do partido.

"Revimos o posicionamento. As reformas serão feitas por emenda constitucional", disse Haddad ao Jornal Nacional, da TV Globo. O candidato defendeu três reformas econômicas com aprovação do Congresso: tributária, bancária e fim do teto de gastos.

"Quem paga imposto hoje no Brasil é o pobre. Essa reforma será feita por emenda constitucional e prevê isenção de IR pra quem ganha até 5 salários mínimos", disse Haddad, que defendeu também uma reforma bancária para reduzir juros de empresários e trabalhadores.

Ainda ao Jornal Nacional, o ex-prefeito de São Paulo também se distanciou do ex-ministro José Dirceu, que declarou que era "questão de tempo para o PT tomar o poder" em entrevista ao diário espanhol 'El País'. O ex-ministro não participa da campanha e não participará do meu governo", declarou Haddad.

Mais cedo, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann disse que partido está disposto a conversar com mais legendas, "sem restrições", buscando aquelas que queiram aderir à campanha de Haddad na segunda etapa da disputa e, entre as propostas que poderiam ser revistas, estava a da Constituinte exclusiva. "Vamos sentar com os partidos e, possivelmente, a gente tenha que fazer uma revisão, porque há uma solicitação para que isso não conste (no programa)", declarou Gleisi. Com informações do Estadão Conteúdo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários